Carnaval, a festa mais popular do país, não foi lembrada nem na proposta de governo do prefeito Marcus Vinicius

São dois anos de governo, que dar a certeza que este governo despreza a maior festa popular do país, que outrora fazia a alegria dos itaperunense, movimentava o comércio e trazia turistas para o município.

Na reforma administrativa, encaminhada a Câmara Municipal e aprovada no início do ano de 2017, o governo Marcus Vinicius, encaminha o retorno da Secretaria Municipal de Turismo, com a criação de 04 (quatro) cargos: secretário, coordenador geral de turismo, coordenador de turismo e diretor do núcleo de desenvolvimento do turismo; e a Secretaria Municipal de Cultura, com a criação de 03 (três) cargos: secretário municipal de cultura, coordenador de cultura e diretor do núcleo de artes e promoção cultural.

A Secretaria de turismo tem um gasto com o pessoal mensal de R$21.924,00 (vinte e um mil, novecentos e vinte e quatro reais); enquanto a cultura tem um gasto mensal de R$26.553,91 (vinte e seis mil, quinhentos e cinquenta e três reais e noventa e um centavos).

Somadas elas custam ao cofre público o valor mensal de R$48.477,91 (quarenta e oito mil, quatrocentos e setenta e sete reais e noventa e um centavos) e anualmente o valor de R$678.690,74 (seiscentos e setenta e oito mil, seiscentos e noventa reais e setenta e quatro centavos) e não se ver nada de efetivo desenvolvido pelas secretaria, muito pelo contrário, cada vez mais os eventos tradicionais do município estão desaparecendo por falta de incentivo do governo.

Na proposta de governo do prefeito Marcus Vinicius, ele disse que a Secretaria Municipal de Cultura iria desenvolver no município as seguintes tarefas:

  1. Resgate do Teatro de Bolso. A cultura de Itaperuna será premiada com o resgate e aquisição de mobiliário do teatro de bolso, oferecendo aos nossos artistas um espaço moderno para suas apresentações. Vamos criar um programa de promoção do teatro e apoio permanente aos grupos teatrais de Itaperuna, dando suporte aos trabalhos cênicos e na divulgação do trabalho de dramaturgia.
  2. Criação da Fundação Municipal de Cultura. Com a criação da Fundação, o município terá um instrumento mais simples e ágil para conseguir recursos para a cultura municipal.
  3. Parceria com a Sala de cinema de Itaperuna. Vamos promover o entretenimento, valorizar a cultura cinematográfica brasileira e, através da cultura, estimular a inclusão social, principalmente da juventude.
  4. Revitalização da Biblioteca Municipal A reforma trará um ambiente confortável, moderno e acolhedor aos alunos e pesquisadores, com recuperação do acervo histórico e novo acervo bibliográfico e acesso à internet.
  5. Restauração de Acervo Literário Nosso patrimônio cultural será preservado, especialmente as coleções que contam a história do município.
  6. Convênio/parceria com a Academia Itaperunense de Letras Vamos apoiar e fortalecer a Academia Itaperunense de Letras, reacendendo o espírito cultural e artístico de Itaperuna.
  7. Apoio à música local, escolas de música e projetos do setor. Aquisição de instrumentos musicais de sopro e oferta de infraestrutura para os ensaios e apresentações.
  8. Apoio a Musiarte e Banda da PM e Conservatórios de música. Vamos adequar instalações prediais, incentivar e investir nas apresentações dos músicos, adquirindo novos instrumentos e uniformes.
  9. Apoio aos músicos e conjuntos musicais de Itaperuna. A cultura local será prestigiada, com garantia de exibição nas festas da cidade para a divulgação do seu trabalho.
  10. Criação da Agenda Cultural A divulgação dos eventos que acontecem no município e região ajudar a atrair visitantes e a fomentar a economia da cidade.
  11. Criação do FMI – Festival de Música de Itaperuna Vamos incentivar nossos talentos, oferecendo um espaço para divulgação de seus trabalhos e canções autorais.
  12. Criação do Circuito Cultural. Vamos incentivar, através de parcerias, a vinda e apresentação de espetáculos diversos em Itaperuna;
  13. Incentivo aos Artistas Plásticos. O município dará suporte na divulgação e exposição dos trabalhos dos artistas locais com vernissages freqüentes, cursos, tendências e novas técnicas.
  14. Criação do Projeto Tenda Cultural. Vamos levar às comunidades rurais e distritos, eventos teatrais e outras produções artísticas.
  15. Criação do Programa Praça Digital. Implantaremos sinal de internet, para os jovens frequentarem as praças públicas e usufruírem de sinal aberto as redes sociais, e sites de uso educativo.
  16. Realização da Feira do Livro. Um espaço para divulgação e incentivo

O Turismo não foi contemplado na proposta de governo.

 

Fonte: www.itaperuna.rj.gov.br

Foto: Arquivo/Jornal Independente

Categories: NOTÍCIAS

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Powered by themekiller.com